“Falar um pouco de mim para esta seção é complicado, logo eu que faço tantas coisas e ainda não me encontrei digamos assim RS.

Bom desde pequeno eu me envolvo em projetos relacionados a arte e cultura, lembro que quando pequeno gostava de montar cenários de TV , filmes e tudo mais com os brinquedos.

E com os papeis da Igreja que o meu vizinho me dava eu brincava de jornal, sempre obrigava meus amigos a brincarem dessas coisas.Essa coisa toda começou quando a minha mãe me levou para uma seleção para um comercial, foi bem bacana, eu não tive problemas em desfilar, pois já desfilava em todos os desfiles das lojas da minha pequena cidade com pouco mais de 5mil habitantes, fora que dançava na escola, fazia teatro e ainda era do grêmio estudantil, então me “mostrar” para os “jurados” não era nada difícil, lembro que foi muito bacana e até rolou uma viagem para bauru-Sp, porém não prosseguimos.

 
 

 

Daí por adiante continuei nesse meio, como já falei, na escola me envolvia em tudo quanto era projeto, era bandinha, era apresentação solo, era teatro, até fui do site da escola onde cobríamos os eventos, confesso que entrar de graça era muito bom nas festas! Montei algumas bandas na infância, mas nenhuma de fato chegou a fazer algum barulho maior, isso iria acontecer um pouco La na frente!

Uma das lembranças mais legais que tenho da época de criança era gravar covers num radio gravador antigo e depois mostrar com todo orgulho para os amigos e família RS, sem contar que foi nesta época também que começamos a fazer gravações diárias de programas de rádio num gravador antigo, aquilo era um barato! E quando eu finalmente ganhei  um computador foi que as coisas se tornaram um pouco mais “profissionais”.

Em 2007 após sair da escola, enquanto fazia cursos de inglês e outros relacionados a informática, fiz fotos para uma loja de roupas de Pompéia-SP, já em 2008 eu estava envolvido em uma banda  chamada NO ICE, foram muitos ensaios, muita coisa rolou e a banda acabou em 2009 com um show em Bauru-SP onde abrimos para Granada e Lipstick aquela época essas bandas era o top!

Lembro que a experiência foi sensacional mesmo eu tendo esquecido a letra de duas músicas durante o show RS, mas ficou na memória aquele único show da banda.

 


bastidores das gravações para o videoclipe 'maré'

 

Nos anos seguintes segui fazendo alguns covers e até me envolvi com música eletrônica, foi em 2010 que gravei um acústico, foi uma experiência sensacional que me fez ver o potencial que a minha voz tinha me vendo pela primeira vez gravado.

Em 2011 eu me envolvi em projetos de web radio e gravações de vinhetas , o que me mostrou que eu também podia brincar com a minha voz.

Em 2012 foi quando começaram os trabalhos mais áudios-visuais , passei num teste que eu nem esperava passar e participei do curta 1:33.

 

logo em seguida eu já estava envolvido num projeto de longa-metragem amador chamado MATADOURO , executei os dois, as gravações foram momentos sensacionais onde fiz muitas amizades e aprendi muito.

Foi nas gravações do 1:33 que conheci o Fernando Novaes que mais tarde em 2013 nos juntaríamos a Juliana Maximo e lançaríamos o single DESPEDIDA que hoje já tem mais de 13  MIL visualizações no Youtube.

Foi em 2014 também que comecei  os trabalhos na TV, participando do PAPO RETO programa que comandei no ano de 2014/2015 no canal 15 de Marilia-SP, no também  em 2015 começamos o PROGRAMA INCENA que foi então do canal 9 e finalizou sua exibição em 2016 no canal 13 todos da NET.

Por hora sigo com alguns projetos, seja na TV, cinema ou realizando covers na música que também é uma vertente que amo muito. Sou apaixonado por arte e cultura, seja, cinema ou TV, seja radio ou Teatro.

Sigo a minha jornada confiante de que tudo pode mudar num segundo porque a vida é assim, imprevisível e doida!”

LEANDRO MARTINS